Alemanha – Wiesbaden

Prefeitura de Wiesbaden

O que fazer em um dia em Wiesbaden? Um ótimo bate e volta a partir de Frankfurt (apenas 35 minutos de trem).


Wiesbaden é a capital do estado de Hesse (que eu sempre achei que fosse Frankfurt, mas tudo bem) e é um bate e volta bem legal de Frankfurt (apenas 35 minutos pelo trem regional, disponível a cada uma hora).

O primeiro passo é pesquisar as passagens pra lá e como se deslocar dentro da cidade usando o aplicativo da Deutsche Bahn. O Google Maps ainda não tem muitas informações de transporte nessa região. Então, para verificar os horários dos trens, o melhor mesmo é usar o site da empresa alemã (Deutsche Bahn). Com a “ciladinha” de como chegar resolvida, segue uma listinha na sequência do que visitar em um dia em Wiesbaden:

  • Nerobergbahn
  • Tempel am Neroberg
  • St Elizabeth’s Church
  • Kochbrunnenplatz
  • Centro Histórico e Größte Kuckucksuhr
  • Kurpark

E agora conto com detalhes sobre cada lugar da listinha:


Nerobergbahn

É um trenzinho histórico que funciona com o peso da água! Ele funciona desde 1888 e em 1939, quiseram colocar carruagens maiores e alterar o motor para a eletricidade. Mas, a Segunda Guerra Mundial não permitiu a mudança e a linha ficou parada em 1944 devido a danos causados. O serviço recomeçou em 1948 e optaram por não alterar o funcionamento do trem. Eu achei bem interessante e só vendo mesmo ao vivo para entender como funciona!

O trenzinho (Nerobergbahn) te leva até o topo de uma montanha, de onde se tem uma vista linda da cidade e você ainda encontra o próximo item do roteiro. Definitivamente, andar nesse trenzinho já é um passeio!

Porém, o local fica um pouco afastado da região central. Para chegar, acesse o site ou baixe o aplicativo da Deutsche Bahn. Com esse app, você vai conseguir visualizar as opções disponíveis de ônibus (pois, infelizmente, a cidade de Wiesbaden não conta com metrô). O legal do aplicativo é que você consegue também comprar os ticktes por lá e eu aconselho a comprar o “Day-ticket” para poder usar o ônibus mais vezes durante a sua visita.

Tempel am Neroberg

Ao final da subida do trenzinho, você já vai encontrar esse monumento, construído em 1851 por Philipp Hoffmann. Esse tipo de monumento normalmente era construído para ser um local de relaxamento e leitura, além de uma linda vista da cidade. Ali por perto também existe um memorial em homenagem aso mortos na 2ª guerra mundial.

St Elizabeth’s Church

Um “pedacinho” da Rússia em Wiesbaden! Essa Igreja ortodoxa foi construída entre 1847-1855 e foi muito usada pela comunidade russa da cidade.

A entrada não é gratuita, (4 euros) e apesar de bem pequena se comparada a uma Catedral Russa, ela é bem bonita por dentro e recomendo fazer a visita. Pena que não pode tirar fotos na parte interna… É bem fácil de chegar, logo depois da sua visita no “Coreto” de Neroberg (foto acima), siga as plaquinhas que indicam a direção dessa igreja (além do nome, tem o símbolo dela. Inconfundível! rsrs) Ela fica na metade da “descida” de volta para a cidade. Então, recomendo que compre o ticket do trenzinho somente para subir.

Kochbrunnenplatz

Depois de visitar a Igreja Russa, continue “morro abaixo” até voltar ao ponto de acesso ao trenzinho. De lá, pegue um ônibus até a Kochbrunnenplatz. Dá também para ir caminhando, aproximadamente 1,8 km de distância, mas eu prefiro “economizar” caminhadas que não tem atrações turísticas no meio. Rsrs

A Kochenbrunnenplatz é uma praça bem gostosa de ficar, bem arborizada e bonita. Nessa praça ainda se encontra uma fonte com águas termais bem no meio dela (foto 1). As águas termais são bem famosas em Wiesbaden e por isso dizem que a cidade possui uma das fontes termais mais antigas da Europa. Inclusive alguns edifícios de Wiesbaden utilizam a água termal como aquecedores.

A água é realmente muito quente e dizem que tem propriedades que fazem bem a saúde… mas eu não arrisquei a beber não… rsrs Além de muito quente, tem um cheirinho meio peculiar… Mas encontrei muitas pessoas bebendo e enchendo as garrafinhas!

Centro Histórico e Größte Kuckucksuhr

Caminhe até a esquina das Ruas Burgstraße e Am den Quellen (ou então é só jogar no google: “Größte Kuckucksuhr”). É onde você encontra o maior relógio Cuco em funcionamento do mundo! Ele fica bem na esquina e, na verdade, faz parte da decoração de uma lojinha de souvenirs. Eu confesso que esperava mais, achei que o “show” do Cuco fosse mais interessante. Mas, de qualquer forma, a lojinha é ótima pra comprar umas lembrancinhas e uma vez em Wiesbaden, porque não passar na “porta” desse relógio?

Prédio da Neues Rathaus e o Relógio Cuco gigante!

De lá, siga pela Rua Am den Quellen e você já vai chegar na Igreja Matriz de Wiesbaden. Ali próximo estão também os prédios da Neues Rathaus (nova prefeitura) e o prédio do Parlamento do Estado, o Wiesbaden City Palace, já que Wiesbaden é a capital do Estado. É um lugar muito bonito. Logo em seguida, caminhe pela Rua Marktstraße. Ela faz parte da parte mais antiga de Wiesbaden e nela você encontra vários lugares charmosos para um almoço delicioso (mais abaixo coloco a dica do lugar que eu recomendo para comer lá.)

Igreja Matriz e Rua Marktstraße

Kurpark

De barriga cheia, rsrs, agora caminhe até a Kurhaus.  É um prédio lindo, que parece um Museu mas, primeiramente eu achei que não era aberto ao público. Tinha um monte de gente muito bem vestida, chegando em carrões e entrando no lugar… (achei que iriam me barrar! rsrs). Por fim, arriscamos e descobrimos que no local funciona um Cassino (por isso a galera cheia de pompa!) mas é possível atravessar o salão desse Cassino para chegar ao Parque Kurpark  (coisa que eu recomendo… o prédio é lindíssimo por dentro!).

Prédio Kurhaus por fora e por dentro.

Nós ficamos um pouquinho apenas nesse parque, porque o dia já estava acabando e já estava na hora de retornar para Frankfurt. Logo depois da visita no parque, pegamos um ônibus novamente e chegamos até a estação central (foi bem útil ter o ticket para o dia todo).

Acho que um dia em Wisbaden é um passeio bem proveitoso e perfeito para se fazer como um bate e volta a partir de Frabkfurt (como eu disse no ínicio do Post).

Agora uma dica de onde comer em Wiesbaden:

Restauarante Uhrturm: fica bem na Rua Marktsraße, pertinho da Igreja e do prédio da Prefeitura. A comida é bem típica alemã e o atendimento é excelente! Recomendo!

E aí? Curtiu as dicas do Roteiro de um dia por Wiesbaden? Deixe o seu comentário!

Se o plano da sua viagem inclui Frankfurt, na Alemanha eu posso te acompanhar com um passeio ao estilo “bate e volta” em Wiesbaden e em outras cidades também! A gente faz um passeio com calma pela cidade, eu te mostro os lugares mais bacanas para conhecer, te conto as estórias e curiosidades dos lugares e ainda te ajudo a tirar as fotos da viagem, com a compra de bilhetes e com a reserva de hotéis.

Um grande abraço,

Gi.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.